Pathways of psychodramatic research: between critical action research and intervention research

  • Luiz Contro
Keywords: Critical action research, intervention research, psychodrama method, psychodramatic research

Abstract

Without only limiting itself to the academic context, this paper offers a cartogram that sums up the origins and development of the psychodramatic research method and its use. Looking at publications regarding this subject, the author argues that these were generated as a result of the need to create a backdrop, drawn up based on other methodologies, onto which psychodrama can be projected, and then acknowledged through comparison and identification. Other publications followed on this pathway searching for specificities. Finally, in a new attempt to distinguish and condensate the presuppositions of intervention research, the article intends to provide new perspectives of reflection on the subject in question.

Downloads

Download data is not yet available.

References

ANDRADE A. S. Sociodrama educacional – uma estratégia de pesquisaação em psicologia escolar institucional. In: FLEURY, H. e MARRA, M. (orgs.) Intervenções grupais na educação. São Paulo: Ágora, 2005.

ARDOINO, J. e LOURAU, R. As Pedagogias Institucionais – Jacques Ardoino, René Lourau. São Carlos: Rima, 2003.

BARBIER, R. Pesquisa – ação na instituição educativa. Rio de Janeiro: Zahar, 1985.

BAREICHA, P. A construção coletiva da consciência ecológica por meio da pedagogia do drama. In: FLEURY, H. e MARRA, M. (orgs.) Intervenções grupais na educação. São Paulo: Ágora, 2005. [ Links ]

BARROS, R. B. Grupo: a afirmação de um simulacro. Porto Alegre: Sulina/Editora da UFRGS, 2007 – (Coleção Cartografias).

CONTRO, L. Nos jardins do psicodrama – entre o individual e o coletivo contemporâneo. Campinas: Alínea, 2004.

______. Grupos de apoio ao processo de trabalho – articulações teórico- práticas entre psicodrama e análise institucional. Tese de Doutorado em Saúde Coletiva, Depto. de Medicina Preventiva e Social/FCM/Unicamp, Campinas, 2009.

CURY, V. E. e SZYMANSKI, H. A pesquisa-intervenção em psicologia da educação e clínica: pesquisa e prática psicológica. In: Estudos de Psicologia, v. 09, n. 2, 2004, pp. 335-364. [ Links ]

EL ANDALOUSSI, K. Pesquisas-Ações: ciências, desenvolvimento, democracia. São Carlos: Edufscar, 2004. [ Links ]

FLEURY, H. e MARRA, M. (orgs.) Grupos – intervenção socioeducativa e método sociopsicodramático. São Paulo: Ágora, 2008.

FOUCAULT, M. Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal, 1979. 18 ed. [ Links ]

GUATTARI, F. Caosmose – um novo paradigma estético. Rio de Janeiro: 34, 1992.

L'ABBATE, S. Intervenção e pesquisa qualitativa em análise institucional. In: BARROS, N. F.; CECATTI, J. G. e TURATO, E.R.(orgs). Pesquisa qualitativa em saúde – múltiplos olhares. Campinas, FCM/Unicamp, 2005, pp. 235-246.

LIMA, N. S. T. Inclusão escolar e a identidade do professor: a escola como palco de invenção. Tese de Doutorado em Educação – Faculdade de Educação, Unicamp, Campinas, 2003.

LOURAU, R. Libertad de Movimientos – una introducción al análisis institucional. Buenos Aires: Eudeba, 2001.

______. Implicação-transdução. In: Altoé, S. (org.). René Lourau, analista institucional em tempo integral. São Paulo: Hucitec, 2004, pp. 212-223. [ Links ]

MARRA, M. M. O agente social que transforma – o sociodrama na organização de grupos. São Paulo: Ágora, 2004.

MARRA, M. M. e COSTA, L. F. A pesquisa-ação e o sociodrama: uma conexão possível? In: Revista Brasileira de Psicodrama. São Paulo: Publicado pela Fefrap, v. 12, n. 1, 2004. [ Links ]

MAZZOTTA, M.C. E. O professor de psicodrama como pesquisador – 24 uma articulação desejável. Trabalho de conclusão de curso de pós-graduação lato sensu: especialização em supervisão e didática psicodramática. IPPGC e Universidade Católica de Goiás, Campinas, 2009.

MONCEAU, G. Transformar as práticas para conhecê-las: pesquisa ação e profissionalização docente. In: Revista Educação e Pesquisa. v. 31, n. 3, set./dez. 2005, pp. 467-482. [ Links ]

MONTEIRO, A. M.; MERENGUÉ, D.; BRITO, V. Pesquisa qualitativa e psicodrama. São Paulo: Ágora, 2006. [ Links ]

MORENO, J. L. Quem sobreviverá? Fundamentos da sociometria, psicoterapia de grupo e sociodrama. Goiânia: Dimensão v. I, 1992. [ Links ]

MOTTA, J. M. C. Criando um cenário para a história brasileira. In: MOTTA, J. M. C. (org.) Psicodrama brasileiro – história e memórias. São Paulo: Ágora, 2008.

NERY, M. P. Epistemologia da socionomia e o psicodramatista pesquisador. In: Revista Brasileira de Psicodrama. Publicada pela FEBRAP, v.15, n. 2, 2007. [ Links ]

PAULON, S. M. A análise de implicação com ferramenta na pesquisa-intervenção. In: Psicologia & Sociedade. Porto Alegre: v. 17, n. 3., 2005. [ Links ]

ROCHA, M. L. e AGUIAR, K. F. Pesquisa-intervenção e a produção de novas análises. In: Psicologia, Ciência e Profissão. Brasília: v. 23, n. 4, dez., 2003. [ Links ]

RODRIGUES, R. Intervenções sociopsicodramáticas: atualização e sistematização de recursos, métodos e técnicas. In: FLEURY, H. e MARRA, M. (orgs.) Grupos – intervenção socioeducativa e método sociopsicodramático. São Paulo: Ágora, 2008.

THIOLLENT, M. Metodologia da pesquisa-ação. São Paulo: Cortez e Autores Associados, 1985. [ Links ]

WECHSLER, M. P. F. A pesquisa-ação e o método socionômico: uma conexão possível. Belo Horizonte: anais do XIV Congresso Brasileiro de Psicodrama, 2004. [ Links ]

______. Pesquisa em psicodrama. In: Revista Brasileira de Psicodrama. Publicada pela Febrap, v. 15, n. 2, 2007. [ Links ]
Published
2020-01-08
How to Cite
Contro, L. (2020). Pathways of psychodramatic research: between critical action research and intervention research . Revista Brasileira De Psicodrama, 17(2), 13-24. Retrieved from https://revbraspsicodrama.emnuvens.com.br/rbp/article/view/103
Section
Seção Temática