Between institutions and encounters: youth putting an end to violence

  • Oriana H. Hadler
Keywords: Violence, cultural conserve, institutional practices, adolescents, creative potential

Abstract

This article intends to reflect on the different facets of violence and the way violence manifests itself in our contemporary society, especially with regards to public policies and institutional practices directed at youth. Anchored in the Morenian belief that every individual is in constant development and transformation, this paper describes two sociodramatic encounters of youths from an institution offering socio-educational support, seeing both these experiences as a call to change our view and understanding of institutional work, adolescents being part of a culture where interaction is a constant vector. Based on these reflections it becomes notable how psychodramatic work in such institutions can promote changes in how to be an adolescent, and also instigate the creative potential of contemporary youths.

Downloads

Download data is not yet available.

References

BULCÃO, I. A produção de infâncias desiguais: uma viagem na gênese dos conceitos ‘criança’ e ‘menor’. In: Nascimento, M. L. (org.). PIVETES: a produção de infâncias desiguais, 61-73. Rio de Janeiro: Oficina do Autor/ Intertexto, 2002.

BRASIL. Lei 8.069. Estatuto da Criança e do Adolescente. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Brasília, 13 jul, 1990. [ Links ]

CARVALHO, A. Crianças institucionalizadas e desenvolvimento: possibilidades e desafios. In: LORDELO, E.; CARVALHO, A.; Koller, S.H. (eds.). Infância brasileira e contextos de desenvolvimento, I, 19-44. São Paulo: Casa do psicólogo, 2002. [ Links ]

CASTRO, M. G. e ABRAMOVAY , M. Por um novo paradigma do fazer políticas – políticas de/para/com juventudes. Revista Brasileira de Estudos de População, 19(2), jul/dez, 19-46, 2002.

CHAUÍ , M. S. Ética e violência. Revista Teoria e Debate, 39, out/dez, 2006. Recuperado em 20 de janeiro, 2009, de http://www2.fpa.org.br/ portal/modules/news/article.php?storyid=2305. [ Links ]

COIMBRA, C. e NASCIMENTO, M. L. Ser jovem, ser pobre é ser perigoso? JOVENes – Revista de Estudios sobre Juventud, 9(22), jan/jun, 338-355. México: 2005.

CRUZ, L.; HILLESHEIM, B; GURESCHI , N. Infância e políticas públicas: um olhar sobre as práticas psi. Psicologia e Sociedade, 17(3), set/dez, 42-49, 2005. Recuperado em 22 de janeiro, 2009, de http://www.scielo.br/pdf/ psoc/v17n3/a06v17n3.pdf. [ Links ]

DELL´AGLIO , D. D. O processo de coping, institucionalização e eventos de vida em crianças e adolescentes. Tese de Doutorado não-publicada, Programa de Pós-graduação em Psicologia do Desenvolvimento, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2000. [ Links ]

ECHENIQUE, M. Violência. In: Revista Brasileira de Psicodrama, 15(1), 13-20. São Paulo: Febrap, 2007. [ Links ]

______. Contribuições à visão de homem de Moreno. Porto Alegre: documento não publicado, 2008. [ Links ]

FOUCAULT , M. A verdade e as formas jurídicas. Rio de Janeiro: Nau, 1996. [ Links ]

______. Resumos dos cursos do Collège de France: 1970-1982. Daher, A. (trad.). Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1997. [ Links ]

GAUER , R. M. C. Alguns aspectos da fenomenologia da violência. In: Gauer , G. J. C; Gauer , R. M. C. (orgs.). A fenomenologia da violência. 5ª ed, 13-35. Curitiba: Juruá, 2005. [ Links ]

GONÇALVES , L. A. O. Juventude, política e religião: um pretexto para discutir ética, violência e direitos humanos na sociedade contemporânea. In: Jacó-Vilela, A. M.; Sato, L. (orgs.). Diálogos em psicologia social, 103- 117. Porto Alegre: Evangraf Ltda, 2007. [ Links ]

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Estimativas da População. Rio de Janeiro: IBGE, 2008.

IPEA – Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Levantamento Nacional de Abrigos da Rede SAC. Relatório de pesquisa 1, 2004. Recuperado em 30 de setembro, 2008, de http://www.portaldovoluntariohsbc.com. br/press/uploadArquivos/109726162757.pdf.

LINHARES, P. Especial: Frios e dissimulados. Revista Veja, 2057, abril. São Paulo: Abril S.A., 2008. Recuperado em 22 de janeiro, 2009, de http:// veja.abril.com.br/230408/p_084.shtml. [ Links ]

MORENO, J. L. Psicoterapia de grupo e psicodrama. São Paulo: Mestre Jou, 1959. [ Links ]

REÑONES, A. V. Escritos Abertos: interpretação, momento, identidade... São Paulo: Saber e Saúde, 2008. [ Links ]
Published
2020-01-09
How to Cite
H. Hadler, O. (2020). Between institutions and encounters: youth putting an end to violence . Revista Brasileira De Psicodrama, 18(2), 13-25. Retrieved from https://revbraspsicodrama.emnuvens.com.br/rbp/article/view/125
Section
Seção Temática