Axiodrama in organizations

  • Andréa Claudia de Souza
  • Joceli Regina Drummond
Keywords: theater of spontaneity, organizational identity, ethics, psychodrama, axiodrama

Abstract

This article approaches the sociatric method and its possibilities of performance. It is a bibliographical review with conceptual and contractual differences and similarities among Axiodrama, Psychodrama, Sociodrama and Spontaneous Theater. It focuses on the Axiodrama practices in the organizational universe, exemplified by a work in the healthcare sector. Dealing with values and ethics is necessary, useful and efficient in today’s world, and the processing of different axiodramas should be encouraged to increase these kind of discussions and references.

Downloads

Download data is not yet available.

References

Aguiar, M. (1998). Teatro espontâneo e psicodrama. São Paulo: Ágora.

Almeida, W. C. (2012). Rodapés psicodramáticos. Subsídios para ampliar a leitura de J. L. Moreno. São Paulo: Ágora.

Bezerra, S. Q., Viana, R. S., & Leonido, L. (2013). Teatro espontâneo: Um instrumento de sensibilização para os (futuros) administradores. European Review of Artistic Studies, 4(2), 28-44. Recuperado em 12 de julho de 2016 de http://www.eras.utad.pt/docs/JUN%202013%20estudos%20teatrais1.pdf

Blatner, A. (2008). Axiodrama. Recuperado em 12 de julho de 2016 de http://www.blatner.com/adam/pdntbk/Axiodrama.html

Canel, R. C., & Pelicioni, M. C. F. (2007, julho-setembro). Psicodrama pedagógico: Uma técnica participativa para estratégias de promoção de saúde. Mundo Saúde, 31(3), 426-433. Recuperado em 19 de novembro de 2014 de http://pesquisa.bvsalud.org/bvsms/resource/pt/mis-17130

Drummond, J., & Souza, A. C. (2008). Sociodrama nas organizações. São Paulo: Ágora.

Fonseca, J. (2009). Psicodrama, sociodrama e axiodrama público. Recuperado em 17 de agosto de 2016 de http://www.psicorama.com.br/artigo_detalhe.asp?ID=74&COLID=43

Holmes, P., Karp, M., & Watson, M. (1998). O psicodrama após Moreno. São Paulo: Ágora.

Lima, N. S. T., & Camossa, D. A. (2011). O psicodrama e sua contribuição para a saúde mental. Revista de Ciências da Educação, 25, 319-332. Recuperado em 19 de novembro de 2014 de http://www.revista.unisal.br/ojs/index.php/educacao/article/viewFile/105/170

Marra, M. M., & Fleury, H. J. (2008). Grupos – Intervenção socioeducativa e método sociodramático. São Paulo: Ágora.

Marineau, R. F. (1992). Jacob Levy Moreno: 1889-1974. São Paulo: Ágora.

Mezher, A. (2002). A ética nos grupos: Contribuição do psicodrama. São Paulo: Ágora.

Moreno, J. L. (1974). Psicoterapia de grupo e psicodrama (A. C. M. Cesarino Filho, Trad.). São Paulo: Mestre Jou.

Ramalho, C. M. R. (2011). Psicodrama e dinâmica de grupo. São Paulo: Iglu.

Rodrigues, R. (2008). Quadros de referências para intervenções grupais psico-sociodramáticas. Revista Brasileira de Psicodrama, 16(1), 75-92.

Weill, P. (2002). A ética nos grupos: Contribuição do psicodrama (Prefácio). São Paulo: Ágora.
Published
2020-01-09
How to Cite
Claudia de Souza, A., & Regina Drummond, J. (2020). Axiodrama in organizations. Revista Brasileira De Psicodrama, 25(1), 87-93. Retrieved from https://revbraspsicodrama.emnuvens.com.br/rbp/article/view/173
Section
Brief Communications