“TIRE-ME DESTA, MAS DAQUI NÃO ME DEIXE SAIR!” HOSPITALISMO: REFLEXÕES SOBRE O DRAMA DA (CO)DEPENDÊNCIA EM INSTITUIÇÃO PSIQUIÁTRICA

  • Daniel C. R. Gulassa Universidade de São Paulo
Keywords: Hospitalism, psychiatry, co-dependence, therapeutic attendance, sociodrama

Abstract

This article aims to develop a comprehension of the phenomenon of hospitalism from a socionomic perspective – it´s definition, sociodynamic factors that facilitate its occurrence and sociatry as a possible treatment resource. The hospitalism, as a social, group and individual condition which manifests itself in the institutional setting, features a relationship among those who have difficulties (dependent, inadequate, impotent) and those who know how to manage the difficulties (codependent, omnipotent). As a closed system in the hospital setting, roles are experienced in a nonflexible way by psychiatric patients, family, and the staff. Institutional sociodrama, thematic group of detachment and therapeutic attendance are presented as resources to overcome the phenomenon, with gains for the staff, patients, families and the community.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biography

Daniel C. R. Gulassa, Universidade de São Paulo

Psicólogo (PUC-SP), psicoterapeuta, acompanhante terapêutico, psicodramatista didata (SOPSP)

References

BUSTOS, D. M. O Psicodrama: Aplicação da técnica psicodramática. São Paulo: Summus, 1980.

CENAMO, C. e CAGNA, M. O Acompanhamento Terapêutico como Recurso Auxiliar à Instituição Educacional Especial. In: EQUIPE DE ACOMPANHANTES TERAPÊUTICOS DO HOSPITAL-DIA A CASA (org.) A rua como espaço clínico: Acompanhamento terapêutico. São Paulo: Escuta, pp. 237-242, 1991.

FONSECA FILHO, J. S. Psicodrama da loucura: Correlações entre Buber e Moreno. São Paulo: Ágora, 1980.

FREITAS, A. P. O Espaço cênico da rua: Psicodrama e acompanhamento terapêutico com a terceira idade. In: Revista Brasileira de Psicodrama, São Paulo, v.11, n.1, pp.11-26, 2003.

GRECO, F. A Importância do Trabalho em Equipe no Hospital Psiquiátrico. In: BETTARELLO, S. V. (org.) Perspectivas Psicodinâmicas em Psiquiatria. São Paulo: Lemos Editorial, pp. 311-322, 1998.

GULASSA, D. C. R. Articulações entre Saúde Mental e Psicodrama a Partir do Acompanhamento Terapêutico em Instituição Psiquiátrica. Trabalho para obtenção do título de psicodramatista: SOPSP, 2006.

MARTIN, E. V. Acompanhamento terapêutico: Em busca de um conceito. In: BETTARELLO, S. V. (org.) Perspectivas psicodinâmicas em Psiquiatria. São Paulo: Lemos Editorial, pp. 261-269, 1998. MORENO, J. L. Autobiografia. São Paulo: Saraiva, 1997.

______. Fundamentos do Psicodrama. São Paulo: Summus, 1983.

______. Psicoterapia de grupo e psicodrama. Campinas: Livro Pleno, 1999.

______. Quem sobreviverá? Vol. I Goiânia: Dimensão, 1992.

NAFFAH NETO, A. Psicodrama: Descolonizando o imaginário. São Paulo: Brasiliense, 1979.

NERY, M. P. Vínculo e afetividade: Caminho das relações humanas. São Paulo: Ágora, 2003.

VOLPE, M. R. H. B. A criança, sua doença e sua família: A pesquisa da matriz de identidade através do psicodrama. Dissertação de Mestrado: PUC-SP, 1982.

WEIL, P. et al. Rumo à nova trandisciplinaridade: Sistemas abertos do conhecimento. São Paulo: Summus, 1993.

ZAMPIERI, M. A. J. Codependência: O transtorno e a intervenção em rede. São Paulo: Ágora, 2004.
Published
2020-01-13
How to Cite
Gulassa, D. C. R. (2020). “TIRE-ME DESTA, MAS DAQUI NÃO ME DEIXE SAIR!” HOSPITALISMO: REFLEXÕES SOBRE O DRAMA DA (CO)DEPENDÊNCIA EM INSTITUIÇÃO PSIQUIÁTRICA. Revista Brasileira De Psicodrama, 19(2), 57-71. Retrieved from https://revbraspsicodrama.emnuvens.com.br/rbp/article/view/243
Section
Sessão Livre