Vínculo na prática educativa escolar: um estudo com base na ludicidade e no sociodrama

  • Antonia Lucia Leite Ramos Universidade Federal da Bahia Campus Ondina
Keywords: Pedagogical practice, playfulness, sociodrama, relationships

Abstract

This article aims to explore how playfulness and sociodrama (ludodrama) can contribute to the development and/or improvement of relationships between the subjects of pedagogical practice, favouring acquaintanceship and learning. For illustration we present a research intervention carried out in a public school in the city of Salvador (Bahia) with two groups of elementary school pupils. Ludodrama is an educational approach that has emerged from joining together playfulness and sociodrama, and has as its principle the fullness of experiences and action-reflectionaction, as experienced in a playful and sociodramatic practice. The theoretical foundations behind this practical research come form the ideas of Jacob Levi Moreno, Cipriano Luckesi and Paulo Freire. The results indicate that, through playful and sociodramatic means, ludodrama offers groups full experiences, and enables the development of relationships through a playful, reflective and contextualised work, helping to solve problems in an atmosphere of play and freedom.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biography

Antonia Lucia Leite Ramos, Universidade Federal da Bahia Campus Ondina

Mestre em Educação pela Faced/UFBA; especialista em Psicodrama Pedagógico pelo Centro de Psicodrama e Sociodrama, CEPS/BA; membro participante do Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação e Ludicidade Gepel/Faced/UFBA.

References

ALVES, R. Ao professor com o meu carinho. Campinas: Verus, 2004.

ARROYO, M. G. Ofício de mestre: imagens e auto-imagens. Petrópolis: Vozes, 2000.

AURÉLIO BUARQUE DE HOLANDA FERREIRA e J. E. M. M, EDITORES, LTDA - 1986

FREIRE, P. Educação como prática de liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1994.

______. Educação e mudança. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

______. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

______. Pedagogia do oprimido. 40. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

FREIRE, P. e FAUNDEZ, A. Por uma pedagogia da pergunta. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985.

LISPECTOR, C. A hora da estrela. Rio de Janeiro: Rocco, 1998.

LUCKESI, C. C. Educação, ludicidade e prevenção das neuroses futuras: uma proposta pedagógica a partir da Biossíntese. In: LUCKESI, C. C. (org.)

Ludopedagogia: ensaios 1: Educação e Ludicidade. Salvador: Universidade Federal da Bahia, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Gepel, 2000.

MORENO, J. L. Fundamentos do psicodrama. São Paulo: Summus, 1983.

______. Psicodrama. 9. ed. São Paulo: Cultrix, 1993a.

______. Psicoterapia de grupo e psicodrama. Campinas: Psy, 1993b.

NERY, M. da P. Vínculo e afetividade. São Paulo: Ágora, 2003.

PICHON-RIVIÉRE, E. O processo grupal. 6. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998a.

______. Teoria do vínculo. 6. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998b.

PINTO, L. C. Psicologia educacional em novos temas. Rio de Janeiro: CEPA, 1978.

PORTO, B. de S. Bola de meia, bola de gude: a criatividade lúdica, a formação e a prática pedagógica do professor-alfabetizador. 2001. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza.

______. Pro dia novo encontrar: reflexões sobre a necessidade de reconstrução das relações entre professores e estudantes. Revista da FA7: periódico científico e cultural da Faculdade 7 de Setembro – v. 1,n.1 (jan./jun. 2003) Fortaleza: FA7, 2003.

OBRAS CONSULTADAS

ARROYO, M. G. Imagens quebradas: trajetórias e tempos de alunos e mestres. Petrópolis: Vozes, 2004.

MORENO, J. L. Quem sobreviverá? fundamentos da sociometria, psicoterapia de grupo e sociodrama. Goiânia: Dimensão, 1994. 3 v.
Published
2020-01-13
How to Cite
Leite Ramos, A. L. (2020). Vínculo na prática educativa escolar: um estudo com base na ludicidade e no sociodrama. Revista Brasileira De Psicodrama, 19(2), 73-84. Retrieved from https://revbraspsicodrama.emnuvens.com.br/rbp/article/view/245
Section
Sessão Livre