Brazilian families headed by poor women and being a single mother: risks and protective factors

  • Florença Ávila de Oliveira Costa
  • Marlene Magnabosco Marra
Keywords: Brazilian families, Single mothers, Risk and protective factors

Abstract

As the 2010 Brazilian Census revealed a wide range of domestic arrangements and family configurations, among which poor families run by single mothers are highly prevalent, we have decided to explore the risk and protective factors of such families. We set out the following aims: to identify the everyday dilemmas, dimensions and issues of these families; to describe and reflect on their functioning and dynamics; to identify their processes and emphasise risk and protective factors as described by authors like Yunes, Szymansky, Junqueira, Deslandes, Pesce, Assis and Poletto; to identify how these factors interact; and, to make these reflections available as theoretical and practical reference points for those who work with psychodrama.

Downloads

Download data is not yet available.

References

ALMEIDA, F. A. S. (2011). Monoparentalidade e resiliência: um estudo com mulheres chefes de família em situação de baixa renda. Trabalho apresentado no 16º Encontro Nacional da Associação Brasileira de Psicologia Social (ABRAPSO), Recife, PE,2011. Disponível em: . Acesso em 25 mar. 2013. [ Links ]

ANDOLFI, M. A terapia familiar. Lisboa: Editorial Vega, 1981. [ Links ]

AZEREDO, V. G. Entre paredes e redes: o lugar da mulher nas famílias pobres. Serviço Social e Sociedade, n. 103, p. 576-590, 2010. [ Links ]

BRITO, F. S. Mulher chefe de família: um estudo de gênero sobre a família monoparental feminina. Urutágua – Revista acadêmica multidisciplinar, n. 15, p. 42-52, 2008.

BRUSCHINI, C.; RIDENTE, S. Família, casa e trabalho. Cadernos de Pesquisa, n. 88, p. 30-36, 1994. [ Links ]

CASTRO, M. G. Mulheres chefes de família, esposas e filhas pobres nos mercados de trabalho metropolitanos (São Paulo e Salvador, 1980). Apresentado no Encontro da Associação Brasileira de Estudos Populacionais, Caxambu, MG. 1990. Disponível em: . Acesso em 25 mar. 2013. [ Links ]

COSTA, L. F.; PENSO, M. A.; ALMEIDA, T. M. C. O grupo multifamiliar como um método de intervenção em situações de abuso sexual infantil. Psicologia USP, v. 16, n. 4, p. 121-146, 2005. [ Links ]

GOLDANI, A. M. As famílias no Brasil contemporâneo e o mito da desestruturação. Revista Travessia do Centro de Estudos Migratórios, n. 5, p. 58-78, 1989. [ Links ]

__________. Família ou famílias? Individuação das mulheres e evolução da família como instituição. Retratos de família em tempos de crise. Estudos Feministas, n. 94, p. 330-335, 1994. [ Links ]

GOMES, M. A.; PEREIRA, M. L. D. Família em Situação de Vulnerabilidade Social: uma questão de políticas públicas. Ciência e Saúde Coletiva, v. 10, n. 2, p. 357-363, 2005. [ Links ]

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE) Censo Demográfico 2010. Famílias e domicílios. Resultados da amostra. Rio de Janeiro, 1–203, (2012). Disponível em: . Acesso em 13 dez. 2012.

JUNQUEIRA, M. F. P. S.; DESLANDES, S. F. Resiliência e maus tratos à criança. Cadernos de Saúde Pública, n. 19, p. 227-235, 2003. [ Links ]

MARIANO, S. A.; CARLOTO, C. M. Gênero e combate à pobreza: Programa Bolsa Família. Estudos Feministas, v. 7, n. 3, p. 901-908, 2009. [ Links ]

MENDES, M. A. Mulheres chefes de família: a complexidade e ambiguidade da questão. Apresentado no XIII Encontro da Associação Brasileira de Estudos Populacionais, Ouro Preto, MG, 4 a 8 de novembro de 2002. Disponível em: . Acesso em 25 mar. 2013. [ Links ]

MINUCHIN, S. Famílias. Funcionamento e tratamento. Porto Alegre: Artes Médicas, 1982. [ Links ] PESCE, R. P. et al. Risco e proteção: em busca de um equilíbrio promotor de resiliência. Psicologia: Teoria e Pesquisa, v. 20, n. 2, p. 135-143, 2004. [ Links ]

PINTO, R. M. F. et al. Condição feminina de mulheres chefes de família em situação e vulnerabilidade social. Serviço Social & Sociedade, n. 105, p. 167-179, 2011. [ Links ]

POLETTO, M. Contextos ecológicos de promoção de resiliência para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade. Dissertação (Mestrado em Psicologia), Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. 2007. [ Links ]

SAMARA, E. M. O que mudou na família brasileira? Da colônia à atualidade. Psicologia USP, v. 13, n. 2, p. 1-12, 2002. [ Links ]

SANTOS, A. T. Famílias chefiadas por mulheres: permanências e rupturas com as tradicionais concepções de gênero. Trabalho apresentado no Seminário Internacional Fazendo Gênero 8 – Corpo, Violência e Poder, Florianópolis, Santa Catarina, de 25 a 28 de agosto de 2008. Disponível em: . Acesso em 25 mar. 2013.

SANTOS, F. A. S. A. Monoparentalidade e resiliência: um estudo com mulheres chefes de família em situação de baixa renda. Trabalho apresentado no 16º Encontro Nacional da Associação Brasileira de Psicologia Social (ABRAPSO), Recife, PE, 2011. [ Links ]

SARTI, C. A. A família como espelho: um estudo sobre a moral dos pobres. São Paulo: Cortez, 1996. [ Links ]

YUNES, M. A. M. A questão triplamente controvertida da resiliência em família de baixa renda. Tese (Doutorado em Psicologia da Educação). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), São Paulo, 2001. [ Links ]

YUNES, M. A.M. & SZYMANSKY, H. Resiliência: noção, conceitos afins e considerações críticas. In: TAVARES, J. (Ed.). Resiliência e educação. São Paulo: Cortez, p. 13-42, 2001. [ Links ]
Published
2020-01-16
How to Cite
Ávila de Oliveira Costa, F., & Magnabosco Marra, M. (2020). Brazilian families headed by poor women and being a single mother: risks and protective factors. Revista Brasileira De Psicodrama, 21(1), 141-156. Retrieved from https://revbraspsicodrama.emnuvens.com.br/rbp/article/view/322
Section
Artigos de Reflexão

Most read articles by the same author(s)